Boa madrugada! Hoje é Quinta-Feira.
19 de Outubro de 2017 - Hora Local 03:18h

Notícias

06-10-2017 Outubro Rosa: UBSs terão atendimento noturno para realização de exame preventivo e solicitação de mamografia


Durante o Outubro Rosa, mês de conscientização e prevenção ao câncer de mama, a Secretaria de Saúde de Maripá terá atendimento personalizado para atender o público feminino. A partir da próxima terça-feira (10), as Unidades Básicas de Saúde (UBS) abrirão às 19h, seguindo um cronograma estabelecido de acordo com a demanda de cada UBS.

O atendimento noturno no Centro de Saúde de Maripá será nos dias 10, 16, 18, 24 e 26 de outubro. A UBS do distrito de Pérola Independente atenderá no dia 23 e em Candeia, dia 25 de outubro. O atendimento deverá ser agendado com antecedência na unidade mais próxima. Nestes dias, serão realizados os exames preventivos ginecológicos e solicitação de mamografia.

De acordo com a secretária de Saúde, Andreia Bento Maria Scudeller, os exames e agendamentos serão realizados normalmente durante o dia. “A preferência é que os horários noturnos sejam ocupados pelas mulheres que trabalham em horário comercial. O objetivo é ampliar e facilitar o acesso deste público aos serviços, para que a campanha atinja todas as mulheres do município”, destaca.

A campanha é realizada em parceria com vários setores da sociedade, envolvendo o poder público, voluntários, comércio local, entidades afins, profissionais de saúde e a população, em geral.

A programação do Outubro Rosa iniciou na segunda-feira (2), com a palestra “Empoderamento feminino e autocuidado”, ministrada pela enfermeira da Secretaria de Saúde, Lissa Konrath. O evento foi realizado no Centro Comunitário Fernando Daniel Schanoski e contou com a participação de mais de cem mulheres maripaenses, que aproveitaram a oportunidade para agendar os exames preventivos.

DADOS – Depois dos cânceres de pele do tipo não melanoma, o câncer de mama é o mais incidente em mulheres no Brasil e o que mais mata. A informação é do Instituto Nacional de Câncer (INCA).

Já o câncer de colo de útero é o quarto tipo mais comum entre as mulheres, excetuando-se os casos de pele não melanoma. Ele é responsável por 265 mil óbitos por ano, sendo a quarta causa mais frequente de morte por câncer em mulheres.

O diagnóstico precoce, identificado a partir dos exames ginecológicos e mamografia, aumentam as chances de tratamento e cura. No Brasil, a recomendação é que mulheres entre 50 e 69 anos façam uma mamografia a cada dois anos.