Boa madrugada! Hoje é Domingo.
24 de Setembro de 2017 - Hora Local 00:06h

Notícias

15-08-2017 Pronto Atendimento completa 1 ano de funcionamento

O Pronto Atendimento (PA) 24 horas completa, nesta terça-feira (15), um ano de funcionamento. Com a função de atuar como mediador entre as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e os hospitais, o PA visa garantir atendimento objetivo, resolutivo e qualificado perante as urgências e emergências.

Durante este período, a unidade realizou cerca de 5.700 consultas. Pouco mais de cem pacientes foram transferidos para hospitais da região devido à gravidade dos sintomas, de acordo com dados da Secretaria de Saúde. Deste total, 2% dos atendimentos foram casos de emergência, 3% muito urgente, 9% urgente, 63% pouco urgente e 23% não urgente.

O atendimento aos pacientes segue uma classificação de risco, ordenando-os conforme o nível de gravidade dos sintomas. A cor vermelha indica caso de emergência, que requer atendimento imediato; seguida das cores laranja, amarelo, verde e azul que representa casos simples, podendo o atendimento ser prestado em até 4 horas. As UBSs (Unidades Básicas de Saúde) disponibilizam material informativo sobre a classificação e tem afixado no PA um banner explicativo para orientar a população.

Este sistema visa otimizar o tempo de atendimento, priorizando os casos mais graves a fim de atuar em tempo oportuno, evitando sequelas ou óbitos. A enfermeira Angélica Caetano relata que, no início, a população teve dificuldades em entender o objetivo do Pronto Atendimento. “Os pacientes buscavam atendimento para consultas comuns, aferição de pressão, exames de rotina, renovação de receitas, curativos e outros procedimentos, que ficam a cargo das UBSs”, explicou. “Outra dificuldade foi a compreensão da importância da classificação de risco, visto que a população estava acostumada ao atendimento por ordem de chegada. Contudo a classificação é um método utilizado universalmente e de extrema importância para que a equipe atenda o paciente em tempo oportuno, evitando erros e prejuízos a saúde do paciente. Com a unidade já consolidada, o fluxo de atendimentos está mais claro e a população passa, então, a compreender nossos objetivos”, conclui.

A secretária de Saúde, Andreia Bento Maria Scudeller, comemora o primeiro ano da unidade. “Após um amplo planejamento para captar os recursos necessários para a obra, e diversos estudos para analisar a melhor forma de funcionamento, chegamos ao primeiro ano alegres pelo dever cumprido. Um serviço esperado há tantos anos e que agora presta suporte à população que necessita de atendimento imediato”, pontua a secretária.

Construído e equipado com recursos próprios do orçamento municipal, o Pronto Atendimento 24 horas reúne investimento de mais de R$ 700 mil. O prédio amplo, dotado de equipamentos novos e modernos, funciona em tempo ininterrupto e conta com equipe presencial qualificada e apta ao atendimento de urgências e emergências.