Boa madrugada! Hoje é Segunda-Feira.
18 de Dezembro de 2017 - Hora Local 04:59h

História

09-12-2013 Histórico do município de Maripá

Por volta do ano de 1905, a companhia inglesa Anglo - Argentina Madeireira Rio Paraná, que possuía sua sede na cidade Buenos Aires - Argentina deu início a exploração madeireira e extração da erva-mate nativa no oeste do Paraná.

No princípio, os ingleses vieram e se estabeleceram na altura das atuais cidades de Porto Mendes e Guaíra, criando fazendas como a Britânia e Matte Laranjeiras, onde a partir deste grande contato com oeste do Paraná, a companhia decidiu então adotar o nome oficial de Companhia Madeira Del Alto Paraná.

Em 13 de maio de 1946, por meio da associação dos senhores Alberto Dal Canale Filho juntamente com o grupo de colonizadores alemães, Kurt e Egon Bertch, Júlio Bastian, Alfredo Ruaro e Willy Barth, foi desenvolvida a nova Companhia Madeireira Rio Paraná – MARIPÁ.

Esta companhia então comprou a fazenda Britânia da Companhia de Madeira Del Paraná que possuía um total de 124 mil alqueires. E aí surgiu a Vila Maripá, em plena mata no oeste do Paraná, com seu nome vindo da abreviação do nome Madeireira Rio Paraná, fato ocorrido durante o início do ano de 1953.

PRIMEIROS TEMPOS DA VILA

A fundação da Vila Maripá foi marcada então para o dia 28 de maio de 1953, mas devido ás fortes chuvas teve de ser adiada, ocorrendo somente no dia 04 de junho de 1953. Uma pequena aglomeração de barracões circundada por três fazendas de criação de gado, Reunidas, Independente e Pentágono.

O dono da colonizadora e fundador da vila, Sr. Willy Barth, tinha grandes planos para sua vila, e assim deu a cada um de seus funcionários um pedaço de terra, mas interesses antagônicos de alguns dos pioneiros acabaram por frustrar os planos do colonizador.

A economia, nos primeiros momentos da vila, baseava-se na extração de madeira e consequentemente no comércio madeireiro, trabalho que gerou uma grande riqueza local, atraindo mais a imigração proveniente dos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Com as vastas áreas descobertas foram surgindo os primeiros roçados de feijão, arroz, milho, mandioca, além da criação de animais em pequena escala, com o início, no ano de 1955, do ciclo econômico da criação de suínos, da plantação de milho e da continuação da extração da madeira, que foi a expressão de maior significado financeiro na década de 1960, nesta década surge o ciclo da menta e do gado de corte.

Na década de 70, a infra-estrutura já estava montada pela monocultura anterior, extração de óleo de menta, surge então a mecanização e o grande advento do ciclo da soja e do trigo, que fazem parte da economia do município até hoje. A cultura cafeeira também teve uma grande importância na ocupação da região.

ACONTECIMENTOS DA COLONIZAÇÃO DE MARIPÁ

Após a chegada da Companhia Madeireira Rio Paraná e o surgimento da Vila Maripá houve o início da imigração, onde o primeiro morador da localidade foi o Sr. Selvino Schimitz, originário das distantes plagas gaúchas de Santana do Livramento. Após este, outros pioneiros também chegaram ao local, nomes como Fritz Feiden, Ervino Beck, Emilio e Raimundo Holtz, Paulo Wagner, João e Alfredo Wolf, Francisco Seefeldt, Fernando Schanoski, Willy Klein e João Muller, provenientes de terras catarinenses e de origem alemã, fizeram o início da história de Maripá.

A primeira escola da localidade foi inaugurada antes mesmo da fundação oficial da vila, no dia 14 de março de 1953 o professor Leopoldo Kuroli lecionou para um total de 18 alunos.

Outra data importante para a vila foi a primeira solenidade religiosa de caráter ecumênico realizada no dia 11 de novembro de 1953 e conduzida pelo Pastor Muller, e em 1954, quando o Bispo Católico visitou a vila.

Em janeiro de 1968, por meio dos professores Dorval Conci e Arlindo Hein, surge a idéia da construção de um ginásio de esportes, e assim, através do decreto 13664 do Governo do Estado do Paraná assinado pelo Governador Paulo Pimentel, sendo o Secretário de Educação o Sr. Cândido Manuel Martins de Oliveira surge o Ginásio de Esportes Cenecista “Willy Barth” de Vila Maripá, onde os primeiro professores da localidade foram Lotário Hein, Arlindo Hein, Daniel Norberto Flor, Dorval Conci, Osvaldo Fidalski e Otto Nerling.

A comunidade Luterana realizou seu primeiro culto com o então praticante Theno T. Rieheimer, que veio da cidade de Marechal Candido Rondon. De Vila Nova, da propriedade do Sr. Reinoldo Klein, veio a cavalo o Rosilho. O culto foi realizado no barracão da Companhia Madeireira Rio Paraná, local que servia de residência ao Sr. Willy Klein. Sendo instalado o primeiro Pastor Rev. Daniel Norberto Flor, em 12 de março de 1961.

No dia 20 de outubro de 1969 foi inaugurado o Clube Recreativo Esportivo Maripaense de Atiradores (CREMA), por Dorval Conci.

O primeiro hospital da vila foi o Hospital e Maternidade Maripá, construído pelo Sr. Bruno Fischer, sendo que sua esposa Raulina Fischer era a enfermeira e os médicos vinham da cidade de Palotina para atender a parte clinica.

Primeira parteira, Sr.ª Jordan, Primeiros comerciantes, Silvino Schimitz e Afonso Freitag, Proprietário do primeiro hotel, Hotel da Companhia, Paulo Wagner, Proprietário do 1º posto de gasolina, Silvino Schimitz, Primeiros ferreiros, Germano Zellman, André Kacharoski, Proprietário do 1º Moinho, Rudolfo Kitzmann, Primeiros motoristas, Arno Wagner, Reinoldo Schanoski, Afonso Freitag e Eltrida Wagner, Primeiro dentista, Alfredo Zimmer, Proprietário da primeira farmácia, Alfredo Munsch, Proprietários das primeiras serrarias, Weimann, Schanoski e Paulo Wagner, Primeiro taxista, Vigando Pscheidt, Primeiros açougueiros, José Moreira Filho, Fernando Schanoski, Ivo Hilbig, Ilo e Hudo Beck, Primeiros nascidos em Maripá, Rubens Mohr e Norma Holtz, Primeiro casamento, Helmuth Rockenbach e Emma Rockenbach, Primeiros falecimentos, Franklin Korb e Leopoldo Kuroli, Primeiro professor, Leopoldo Kuroli.

MARIPÁ COMO MUNICÍPIO

O município de Maripá foi criado por meio da Lei Estadual nº 9226 de 17 de abril de 1990, publicada no Diário Oficial do Paraná no dia 18 de abril do mesmo ano, desmembrando-se do município de Palotina, sendo que sua instalação ocorreu no dia 18 de janeiro de 1993.

Situado no oeste do estado do Paraná (zona 124ª), pertence ao 3º planalto de Guarapuava, distante 95 km da cidade de Cascavel, cidade microrregião e 585 km da capital Curitiba.

Atualmente as principais atividades econômicas da localidade estão voltadas agricultura, a aqüicultura e a produção de orquídeas, processo que teve início no ano de 1993. Desenvolvem-se ainda as atividades no setor industrial, comercial e de prestação de serviços.

Antes de se tornar município, Maripá pertenceu aos municípios de Toledo, Guaíra e Palotina. Em 03 de abril de 1964, foi criado o Distrito Administrativo por meio da Lei 54/64 e o distrito judiciário em 12 de abril de 1965, pela lei 50/70, assinada pelo então Governados Ney Braga.

Em 1º de janeiro de 1993, tomaram posse o primeiro prefeito, Sr. Dorival Moreira e o vice-prefeito, Sr. Elizeu Espagnol, nesta ocasião foram empossados os seguintes vereadores, Arnaldo Karsten, Elemar Stibbe, Egon Schanoski, Elvin Rochteschel, Veronica Hartmann, Jacira Quirino Alves, Édio Sartori, Dorvalino Della Giustina e Lirío José Ullmann.