Bom dia! Hoje é Segunda-Feira.
21 de Agosto de 2017 - Hora Local 07:18h

Secretaria de Saúde

09-05-2017 Secretaria de Saúde desenvolve atividades de orientação no Dia Mundial da Higienização das Mãos


Globalmente, o dia 5 de maio é lembrado como o Dia Mundial da Higienização das Mãos. A data foi definida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) com o objetivo de propor mais atenção dos profissionais de saúde e população em geral para o cuidado com a lavagem correta das mãos, principalmente em ambientes hospitalares em que há pacientes com baixa de imunidade.

Durante a semana de 1º a 5 de maio, a Secretaria de Saúde de Maripá desenvolveu atividades com o público usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) para orientar sobre a forma correta de higienizar as mãos e prevenir doenças.

De acordo com a Comissão Nacional de Biossegurança (CNB), pelo menos 100 mil pessoas morrem por ano no Brasil por infecção contraída em ambiente hospitalar, que atinge tanto as instituições públicas, como as privadas.

A secretária de Saúde Andréia Bento Maria Scudeller ressalta que a higiene das mãos é uma das medidas mais simples e eficazes na prevenção de infecções. “Como consequência, essa medida garante maior segurança do paciente. Através dela, reduzimos a transmissão cruzada de microorganismos, muitos deles perigosos para pacientes internados”, afirma.

Nos serviços de saúde, os profissionais devem ter o cuidado de higienizar as mãos principalmente em cinco momentos, conforme prevê o protocolo: antes de tocar o paciente; antes de realizar procedimento limpo/asséptico; após o risco de exposição a fluidos corporais ou excreções; depois de tocar o paciente; e após tocar superfícies próximas ao paciente.

No entanto, especialistas destacam que o hábito de higienizar as mãos é importante também fora dos locais que prestam serviços de saúde, como forma de prevenção de diversas infecções como gripe e diarreia, por exemplo, e que deve ser cultivado desde a infância.


HIGIENIZAÇÃO CORRETA

A higienização das mãos pode ser feita através da lavagem com água e sabão neutro ou através do uso de álcool a 70%, formulado especificamente para este fim. O método deve abranger toda a superfície das mãos, incluindo dorso, interdigitais, polegares, pontas dos dedos, e finalizando nos punhos.


PASSOS

1: Retirar anéis e pulseiras, caso esteja usando;
2: Abrir a torneira e molhar as mãos, sem encostar-se na pia;

3: Aplicar na palma da mão quantidade suficiente de sabonete líquido;

4: Ensaboar as palmas das mãos, friccionando-as;

5: Esfregar o dorso da mão com a palma da outra mão e vice-versa;

6: Esfregar os espaços interdigitais deslizando as palmas das mãos;

7: Esfregar o dorso dos dedos com a palma da mão oposta e vice-versa, com movimento de vai-e-vem;

8: Esfregar o polegar com a palma da mão oposta em movimentos circulares, e vice-versa;

9: Friccionar as unhas e extremidades dos dedos de uma mão na palma da outra, com movimentos circulares, e vice-versa;

10: Esfregar o punho de uma mão com o auxílio da outra utilizando movimentos circulares, e vice-versa;

11: Enxaguar as mãos retirando totalmente o resíduo do sabonete. Evitar o contato direto das mãos com a torneira. Se for necessário acionar novamente a torneira, faça com o cotovelo;

12: Secar com papel toalha, iniciando pelas mãos e seguindo para os punhos;

13: Se necessário, fechar a torneira utilizando o papel toalha;

14: Desprezar o papel toalha na lixeira para resíduos comuns.